Oslo - Fuck them all

de Mickäel Oliveira Categoria: Teatro | Público: Público geral

Sinopse

Oslo – fuck them all and everything will be wonderful é sobre "tudo" o que não retrata: a relação entre uma mãe, de cuidados obsessivos, e a sua filha, cujo estado é enigmático. Ambas vivem numa casa, longe da cidade, visitada por várias pessoas, uma amiga da família e quatro homens com funções distintas. Todos tentam satisfazer as vontades da casa. O espetáculo é sobre o que escapa ao retrato: uma tentativa de viver sem a perda.

Depois de Boris Yeltsin, coproduzido pelo Colectivo 84, Cão Danado e pelo São Luiz Teatro Municipal (2012), apresentado no Teatro Nacional São João e no Teatro Académico de Gil Vicente, Oslo – fuck them all and everything will be wonderful é o segundo projeto de parceria entre o dramaturgo Mickäel de Oliveira e o encenador Nuno M Cardoso, em regime de cocriação. Oslo é uma reescrita de "O que é teu entregou aos mortais", texto que venceu o prémio Nova Dramaturgia Maria Matos 2006.

Info

Para mais informações sobre este projeto, por favor contactar:

Oslo: Mickael de Oliveira (mickael.de.oliveira@gmail.com)

 

 

Médico

Vocês falam sobre a espera?

 

Mãe

A nossa linguagem não chega a ser tão complexa
Sobre filosofia falo com a minha amiga da cena anterior
Mas ela espera, ponto final, espera tomar uma decisão qualquer
E eu também espero
O problema pode ser da casa, ela já não quer isto
Ela é exigente e não está a lidar bem com o real
(pausa)
Para além disso, everything is wonderful

Imagens Promocionais

Vídeos Promocionais

Ficha Artística

Cocriação Mickael de Oliveira e Nuno M Cardoso

Texto Mickäel de Oliveira

Interpretação Albano Jerónimo, Mónica Calle, Raquel Castro 

Cenografia José Capela

Luz Rui Monteiro

Produção executiva Stage One

Assistência de Produção e de Direção Ana Catarina Campos, Pedro Barbosa 

Coprodução Colectivo 84, Cão Danado 

Apoio DGArtes e Teatro Académico de Gil Vicente

Apoio nas residências artísticas mala voadora, Companhia Olga Roriz

Fotografia FALCK

Agradecimentos Kaya Michelle 

duração 1h30 min. (aproximadamente)

Stage One produção executiva e difusão