Ponto de Fuga - 50 anos de Orquestra

de Serviço de Música - Fundação Calouste Gulbenkian Categoria: Exposição | Público: Público-geral

Sinopse

História e estórias, contadas através de palavras, imagens e sons – afinal, esta é a matéria-prima com que os músicos trabalham. Cada elemento estimula as sensações de quem vê e ouve para tornar consciente a amplitude da intervenção da Orquestra Gulbenkian ao longo dos tempos, e despertar a vontade de querer fazer parte dessa experiência músical que o grupo celebra em cada um dos seus concertos.

De 15 Setembro a 21 de Outubro de 2012, Galeria de Exposições Temporárias da Sede (Piso 01).

Info

Exposição comemorativa dos 50 anos da Orquestra Gulbenkian

A 22 de Outubro de 1962, no Teatro D. Maria II, tem lugar a primeira apresentação pública da recém-formada Orquestra de Câmara Gulbenkian, constituída apenas por doze instrumentistas de corda e um cravista. Ao longo de cinco décadas, o agrupamento desenvolve-se, ganha em dimensão e maturidade, torna-se uma referência fundamental da cultura musical portuguesa.

Ponto de fuga – 50 anos de Orquestra pretende ser um olhar sobre este percurso evolutivo, mas também um vislumbre desse espaço de partilha de sensibilidades que é o universo orquestral enquanto ponto encontro de temperamentos diversos reunidos no objetivo comum de fazer música em conjunto. História e estórias, contadas com palavras, imagem e som - esta é, afinal, a matéria-prima com que os músicos trabalham! - mas sobretudo um estimular de sensações que tornem possível a perceção da real extensão da intervenção da Orquestra Gulbenkian ao longo dos tempos e um despertar da vontade de envolvimento na experiência musical única que o agrupamento celebra em cada um dos seus concertos.

Ficha Artística

Curadoria Serviço de Música - Fundação Calouste Gulbenkian (Dr. Miguel Sobral Cid)

Museografia Teresa Nunes da Ponte

Design TVM Designers

Stage One Produção executiva e coordenação